No dia 30 de maio, realizou-se a festa final desta iniciativa. Vindos de vários pontos do país, alunos de cerca de 20 escolas mostraram o que fizeram para que o seu livro favorito chegasse a vencedor. O projeto cruzou cidadania e leitura e pôs os estudantes a usar as mesmas ferramentas das campanhas eleitorais a sério.

Viveu-se um ambiente semelhante ao da campanha eleitoral na Feira do Livro de Lisboa: grupos de crianças e jovens andaram por entre os stands da feira a manifestar-se pelos seus livros preferidos, munidos de cartazes e propaganda eleitoral.

Nos palcos da Praça Verde e Amarela, apresentaram-se pequenas peças de teatro, dramatizações, músicas e até a um telejornal pré-histórico, inspirados nos livros. Na Praça da Fundação Francisco Manuel dos Santos, a Rádio Renascença transmitiu em direto uma mesa redonda com estudantes que participaram na iniciativa.

Às 18h15, nessa mesma praça,  começou a cerimónia de anúncio dos livros vencedores apresentada por alunos vindos da Escola Secundária de Escariz, concelho de Arouca, e com a participação de estudantes de várias outras escolas.

A praça e as zonas circundantes estiveram repletas de assistência: para além do público da Feira, muitos alunos e professores de várias zonas do país, repesentantes dos parceiros desta iniciativa da RBE e da Visão Júnior: a Pordata, a Comissão Nacional de Eleições, a Rádio Miúdos, a APEL e o PNL 2027. A cerimónia contou também com a presença da Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Dra. Alexandra Leitão.

Listas dos livros candidatos


Foram mais de 22 000 os alunos, de 569 escolas, que participaram na primeira fase de 'Miúdos a Votos'. Ao todo, foram sugeridos mais de 2000 títulos diferentes.

Os alunos propuseram os títulos que quiseram e aqueles que reuniram um número mínimo de 40 propostas integram as listas agora divulgadas para cada um dos três ciclos de ensino. Os resultados foram apurados pela Pordata, parceira desta iniciativa.

Para entrar na lista final nacional houve ainda mais dois requisitos, previstos no regulamento: os livros tinham obrigatoriamente de ter sido publicados (garantindo assim que todas as obras podem ser lidas por toda a gente) e tinham de ser livros individuais. Não foram por isso aceites as propostas que referiam apenas o nome de uma coleção de livros, em vez de um volume ou livro em particular.

A campanha eleitoral começou a 5 de março e pode ser acompanhada na Visão Júnior online, no blogue e no Facebook da RBE, bem como nos canais online das entidades parceiras.

Relançamento


Tendo em conta o sucesso desta iniciativa no ano letivo 2016-2017, a Rede de Bibliotecas Escolares e a VISÃO Júnior voltam a organizar a eleição dos livros preferidos das crianças e jovens portugueses. Às crianças e jovens será dada a possibilidade, através de uma eleição realizada em todas as escolas, de votarem no livro de que mais gostaram até hoje. Miúdos a votos conta com o apoio da Comissão Nacional de Eleições, do Plano Nacional de Leitura 2027, da Pordata, da Rádio Miúdos e da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL).

A iniciativa é aberta a todas as escolas, sejam públicas ou privadas, abrangendo alunos do 1.º ao 9.º ano de escolaridade e decorrerá durante o ano letivo de 2017-2018. É também alargada a estabelecimentos de ensino no estrangeiro que lecionem os mesmos anos de escolaridade e que tenham o Português como primeira língua. As eleições decorrerão no Dia Mundial do Livro, 23 de abril. O resultado do escrutínio, que apurará a lista dos livros que as crianças e jovens portugueses mais apreciam, segundo o ciclo de ensino que frequentam, será conhecido em junho, em data coincidente com a Feira do Livro de Lisboa.

Decorre até ao dia 22 de janeiro o recenseamento das escolas (formulário), em que as bibliotecas escolares/ escolas/ professores manifestam interesse em participar e a apresentação de candidaturas (formulário) em que os alunos indicam o livro que candidatam à eleição através do preenchimento dos respetivos formulários.

Todas as informações estão detalhadas no regulamento e qualquer dúvida poderá ser enviada para miudosavotos@visao.impresa.pt.

 

 

 

 

Veja também

 

_
Contactos
_
Lista de distribuição
_
Blogue
_
Facebook
_
Instagram
_
Twitter
_
YouTube
_
Podcast
_
Flipboard