de Simão Vieira; editor: Trinta por uma linha (isbn: 9789898213105)

SINOPSE

Este livro coloca, em discurso em primeira pessoa, questões pertinentes sobre a diferença e a sua aceitação, referindo-se especificamente à integração de crianças imigrantes em contexto escolar.

Anton, o menino que empresta o título à narrativa, relata a sua experiência, desafiando os leitores a perceberem a situação em que se encontra de uma perspectiva completamente diferente. A questão linguística (e até a reflexão metalinguística!), a comunicação com os colegas e os professores, o estabelecimento de parcerias e de cumplicidades, a aprendizagem de uma língua estrangeira e a construção do conhecimento sobre essa segunda língua em confronto com a língua materna, a construção de uma auto-imagem são alguns dos eixos ideotemáticos à volta dos quais, de uma forma acessível, promovendo a identificação e o reconhecimento, se desenvolve a intriga.

Feita mais de reflexões soltas e de questões sem respostas, este livro também incentiva à reflexão, à discussão e ao diálogo sobre os temas propostos.

As imagens, num registo muito simples, destacam-se pela subtileza e expressividade dos traços, capazes de comunicar, em sentido literal e metafórico, a riqueza interior da personagem, os seus dilemas interiores e a sua particular visão do mundo, marcada pela positividade. 

_
Contactos
_
Acessibilidade
_
Lista de distribuição
_
Blogue
_
Facebook
_
Instagram
_
Twitter
_
YouTube
_
Flipboard