de Anaïs Vaugelade; tradução: Maria Teresa dos Santos Silva; editor: Ambar (isbn: 972-43-0510-4)

SINOPSE

Os vermelhos e os azuis sempre foram inimigos. Já ninguém sabe porquê, mas é a guerra! Todas as manhãs, os soldados de ambos os lados vão para a batalha. Todas as noites, aqueles que escapam trazem de volta os seus mortos e feridos. Deve ser encontrada uma solução antes que os dois exércitos sejam totalmente dizimados.

A guerra é um álbum bonito, sério e cinzento. Anaïs Vaugelade nunca mostra o horror da guerra. Os seus sinistros campos de batalha e personagens com rostos fechados evocam-no com uma rara eficácia. Aqui, a guerra é um jogo estúpido conduzido por reis grotescos e os seus soldados.

Mas a verdadeira batalha não é entre os vermelhos e os azuis. Nem se passa entre Jules, o príncipe belicoso, e Fabien, o príncipe pacifista. Neste álbum, a verdadeira batalha é entre a guerra e a paz. Os mais sábios vencerão

_
Contactos
_
Acessibilidade
_
Lista de distribuição
_
Blogue
_
Facebook
_
Instagram
_
Twitter
_
YouTube
_
Flipboard